Blog do Santinha

Crônicas, opiniões, desabafos e comemorações sobre o Santa Cruz Futebol Clube e a torcida mais apaixonada do Brasil

O Arruda e o meu amor pelo Santa Cruz

Por Gerrá da Zabumba

Trajado com uma imitação do padrão oficial, eu pegava a minha bandeira, calçava meu kichute e me mandava para o Arruda.

Pensava muito mais no rolete de cana, amendoins e picolés, do que nos gols do meu time. Prestava mais atenção nos palavrões, do que na bola rolando dentro das quatro linhas.

O drible que eu achava mais legal era quando o jogador dava uma saia no adversário. Cansei de imitar os boleiros, dando saias nas cadeiras da mesa de jantar lá de casa.

Saíamos cedo. Meu pai fazia questão de ver a preliminar e de sentar nas sociais, rente a linha do meio-campo, no mais alto dos degraus.

Íamos pela mesma avenida. Pela mesma rua.

Outro dia, repeti o trajeto que a gente fazia e fiz questão de passar no local onde nosso fusca ficava estacionado.

Por alguns segundos voltei no tempo.

A ruazinha está do mesmo jeito.

Estreita, sem asfalto, com cadeiras de balanço nas calçadas e meninos jogando futebol de barrinha.

Naquela época, eu era um pivete. Tímido, magricela e meio invocado.

As tricoletes eram moças que dançavam para animar os sócios.

As charangas tocavam samba.

A sirene anunciava a vitória do Clube Querido da Multidão.

As labaredas dos jornais queimados depois da partida, me deixavam impressionado. Certa vez sonhei com o Arruda em chamas e acordei com lágrimas escorrendo pelo canto dos olhos.

Passaram os anos. Já não preciso mais pegar na mão do meu velho para ir ver o Santa Cruz jogar.

Por vezes, eu perco o olhar e me pergunto o que danado me faz gostar tanto destas cores, deste escudo, deste time.

A defesa de Luiz Neto no título de 1983. O sabor do churrasquinho. A ginga de Henágio. O aperto da arquibancada. As loucuras de Gabriel. Os dentes de Bacalhau. A beleza do gol de Marlon contra o Internacional.  O caminhar da multidão na Avenida Beberibe. A plasticidade do voo de Birigui. O drible desconcertante de Jarbas. A chuva lavando nossa alma na decisão de 1993.

A lama, o pó, a chuva, o sol, o aperto da geral, o abraço suado do amigo do lado. A alegria da poeira.

Tenho pra mim que se o Arruda fosse esse modelo engessado de Arena, que aos poucos vai brotando por aqui, eu não seria torcedor do Santa Cruz, nem gostaria tanto de futebol.

Talvez, quem sabe, apenas um admirador de espetáculos futebolísticos.

33 Comentários

  1. Gravatar 1
    Vladimir Biro Biro TOSA Arcoverde/Maceió

    18 de junho de 2013 às 23:52
    Eita meu véi,assim o coração num guenta.Me lembrei do meu saudoso pai,paraibano radicado em arcoverde que me passou este amor pelo santa cruz,estas memórias descritas no texto só quem é santa cruz sabe do valor destas,obrigado!!!Sdçs corais e tosenses!!!
  2. Gravatar 2
    Marco Breta

    19 de junho de 2013 às 0:12
    Perfeito!! PQP!
  3. Gravatar 3
    Emanoel

    19 de junho de 2013 às 0:29
    Brilhante texto, voltei a minha infância, quando meu irmão mais velho me levava pro Arruda, e assim começou esse amor incondicional pelo Santa. Parabéns Gerrá, vc conseguiu traduzir em poucas palavras a histótia de milhares de tricolores.
  4. Gravatar 4
    Ricardo Oliveira

    19 de junho de 2013 às 1:32
    Cara, que lembrança boa! Lembro-me de sair com meu pai, do Alto José do Pinho para o Arruda, bem cedinho, para assistir o torneio início. Lembro-me de um jogo, no torneio início, em que o goleiro do América, se não estou enganado, que arretou-se com a marcação de um penalti e na hora da cobrança mostrou a bunda para o batedor kkkkkk
    Meu pai levava confeitos para os jogos e o combinada era um confeito para cada gol… Teve um jogo, contra o Vovozinha, Baiano (acho que foi ele) fez tanto gol que não dava tempo acabar um confeito… rsrsrsrsr Uma algazarra… O dinheiro era curto, levavamos lanches de casa… Nessa arena, nem guarda-chuva pode-se levar, quanto mais lanches.
    É de arrepiar as lembranças das finais de 83 e 93…
    Valeu, Gerrá!
  5. Gravatar 5
    Santacruzense em Sampa

    19 de junho de 2013 às 1:37
    poorra.

    do kralho!

    assim foi comigo tb. sempre com meu pai.

    dia 13 de julho farei 30 anos. Moro em SP. Então meu presente será singelo: terei o prazer de levar meus 2 filhos juntos ao Arruda contra o fortaleza. Que o Santa Cruz me presentei com a vitória e a liderença. e que meus filhos possam curtir o prazer de ir com o pai aos jogos do santa no arruda. Prazer que tive por todos os domingos de minha infância.

    Saudasanta!

  6. Gravatar 6
    joseildo

    19 de junho de 2013 às 6:28
    Só faltou dizer que no ano de 1967 eu já ia aos jogos do Santa turbinado com a cana Recordação de 40 ou na sua ausência, com a cana denominada de Aliada, alem dum maço de cigarros Gaivota.
  7. Gravatar 7
    Manoel Novaes - Maceió/AL

    19 de junho de 2013 às 7:24
    Gerrá.

    Parabens, pegou na veia!

  8. Gravatar 8
    ENIO AMORIM

    19 de junho de 2013 às 8:08
    Família Tricolor,

    Esse texto é simplesmente fantástico, no último domingo assisti pela TV Itália x México no Maracanã e concordo que o estádio ficou moderno e muito bonito, mas sem os torcedores da geral é no mínimo estranho.

    Saudações Tricolores !

  9. Gravatar 9
    Amaro

    19 de junho de 2013 às 8:24
    O texto reflete a vida da maioria dos santacruzenses.
  10. Gravatar 10
    Victor Fernandes

    19 de junho de 2013 às 8:46
    Texto muito massa!

    Só sei que eu não troco a simplicidade de 1 Arruda nem por 10 arenas superfaturadas dessas ai,to contando os dias pra essa copinha de merd@. acabar e voltar ao Arruda ver o Santa jogar,a foto desse texto é pra se fud#ER muito linda…foi a entrada do Santa contra a portuguesa em 2005 no acesso,ja tentei até tatuar ela nas minhas costas mais nenhum tatuador aqui em Recife se garantiu

  11. Gravatar 11
    Coral de Timbaúba

    19 de junho de 2013 às 8:46
    Também acho esses estádios de futebol muito afrescalhados!Dá certinho para a barbie mesmo. Mas infelizmente em futuro próximo(se os projetos de ALN derem certo) teremos que nos adequar a essa realidade, pois, se reformar nosso estádio como o presidente pretende, deve já ser com o “padrão” europeu FIFA. Mas o que é realmente importante no momento, e que eu acho uma grande vergonha ainda não existir, é o nosso centro de treinamentos. Veja que situação pode nos ocorrer nos próximos jogos: jogarmos no arruda levando desvantagem em relação ao nossos oponentes. Explica-se: o pessoal da FIFA acabou com o nosso gramado! Segundo reportagens da coralnet ele está uma lástima e imagino que não dê para recuperar em 10 dias(espero estar enganado!). Resultado, em um gramado ruim, quem precisa construir jogadas fica em desvantagem de quem precisa destruí-las.
  12. Gravatar 12
    Ricardo

    19 de junho de 2013 às 9:26
    Coral de Timbaúba, o pior é ficar sem treinar durante TODA a Copa das Confederações.

    Os caras assinam um acordo com a FIFA, e não escrevem que caso deixem uma mer…da, teríamos que ser ressarcidos.

    É como um cara alugar sua casa, o inquilino ca…gar nas paredes, arrancar os assentos, roubar as lâmpadas e tá tudo certo.

    Sobre a reforma do Arruda, ALN disse que não terá exatamente padrões FIFA (e teria pra quê, pra onerar um estádio que NUNCA MAIS será usado em partidas oficiais de seleções, visto que existem várias arenas no país, inclusive nossa arena matagal?). Seria fechar o anel superior, cobrí-lo todo com nova cobertura, construir uns camarotes entre a arquibancada e a geral, colocar mais banheiros e aumentar as qtde de vias de acesso (entradas e saídas). Cadeiras em toda a parte inferior. Em cima permaneceria no cimento. Eu achei essa idéia, se for verdade e se sair, muito boa.

    SaudaSanta.

  13. Gravatar 13
    Ricardo

    19 de junho de 2013 às 9:32
    Sobre o time:

    Desde que acabou o PE que TUDO o que acontece no Santa tá dando errado. Reposições que não foram à altura (zagueiro, volante e treinador), chegada de jogadores no máximo medianos, testes com zagueiro de 28 anos, querer trazer Robocop pra zaga… e aquela vergonha em Maceió.

    Os outros times se arrumando e nós se desarrumando. Temo muito por nosso futuro.

    A minha certeza absoluta de se classificar com “um pé nas costas” em 1o ou 2o hoje fica naquela de se classificar no sufoco, na última rodada, e com sérios riscos de não passarmos. Ainda não temo rebaixamento, por conta da ruindade de alguns times, mas só o fato de temer não nos classificar é ridículo para um time tricampeão estadual, ganhando de 2 adversários de divisões superiores.

    Temos maior folha, torcida, apoio financeiro, melhor elenco… de nada isso vai adiantar?

    SaudaSanta.

  14. Gravatar 14
    André Barreto

    19 de junho de 2013 às 9:37
    Me emocionei, que texto arretado.
  15. Gravatar 15
    Coral de Timbaúba

    19 de junho de 2013 às 10:16
    Ok Ricardo! Obrigado pelas informações. Desta forma é muito interessante a reforma, pois, não vai perder nossa maior tradição que a alegria e humildade da nossa torcida. A arena tem que ficar para a coisinha rosadinha, pois, ela já foi construída para a elite, excluindo os pobres. É a CARA do nautiminho.
  16. Gravatar 16
    Maiela Jr.

    19 de junho de 2013 às 10:23
    Tá massa.

    Também lembro eu meu pai e duas tias dele apaixonadas pelo Santa, posicionados nas sociais, justamente na linha que divide o gramado.

    O que eu me divirtia mais, era quando na hora do Hino Nacional, a turma gritava: “tira o chapéu côrno” e aí metia-lhe um bagaço de laranja no chifre dele. hehehe

    Ô LAPA !!!

  17. Gravatar 17
    Ricardo

    19 de junho de 2013 às 11:08
    Sobre o texto.

    Gerrá, vc foi arretado. Lembro que meu irmão mais velho adorava aqueles roletes de cana, e eu comia a “coxinha de aquário”, kkkk!!!!!

    Fui a muitos jogos. Passei a guardar “canhotos” de jogos a partir de 1995. Fui às sociais quando era R$ 3,00 o ingresso.

    Durante muitos anos deixei de guardar os canhotos, depois vou ver na minha coleção quais esses anos.

    Em 2012 e 2013, comprando na net, não existia o ingresso físico, perdi alguns registros de jogos, aí passei a catar no chão pra guardar de lembrança, hehehe.

    Sobre essa “Arena Coral”, falei ano passado, quando do lançamento, sobre formas de financiamento.

    Além de venda de cadeiras via financiamento bancário de longo prazo (tipo 10, 15 anos), tem a opção de naming rights, com o uso do nome por empresas (Arena Brahma Coral, por exemplo), e exploração de bares ORGANIZADOS, a PREÇOS ACESSÍVEIS (cerveja a R$ 3 (lata) e R$ 4 (latão), água a R$ 2, sanduíche no máximo R$ 5, salgados a R$ 3 ou R$ 4, e por aí vai…).

    Precisa ter placas de localização, proibição de mijarem nos corredores (com o tempo o povo vai se educando), etc.

    SaudaSanta.

  18. Gravatar 18
    Ricardo

    19 de junho de 2013 às 12:08
    Caramba, ZT ouviu nosso apelo, pena que Sandro não quis:

    http://jc3.uol.com.br/blogs/blogdotorcedor/canais/noticias/2013/06/19/sandro_negou_convite_de_ze_teodoro_para_trabalhar_no_natuico_153603.php

    Vaí Sandro, trabalhar com teu mestre.

    #ZÉESANDRONABARBIE = Eu apoio.

    SaudaSanta

  19. Gravatar 19
    Luis

    19 de junho de 2013 às 12:09
    Muito bom o texto e acho que a rua citada que guardava o carro é o mesmo que deixo meu carro até hoej.

    E essa forma de torcer que a fifa exige realmente é muito nociva para o amor ao santa Cruz de suor, alegrias e lágrimas.

    Querem tornar o futebol um espetácul ode teatro onde tem que ficar todos sempre sentados e em silêncio.

    Só espero que o Arruda se modernize que atenda aos anseios da massa tricolor que deseja um estádio moderno, limpo e seguro…mas que não descaracterize a verdadeira essência de ser tricolor!!

  20. Gravatar 20
    Rodrigo franca e tricolor

    19 de junho de 2013 às 12:10
    .

    É ISSO !!!!!

  21. Gravatar 21
    TRICOLOR FIEL

    19 de junho de 2013 às 13:53
    Aproveitando essa moda de protesto e manifestaçao, porque nao fazermos na frente da casa de Sandro um apelo para que ele deixe o Santa Cruz, pois nao há tempo para fazer experiencia com treinador. Temos que lembrar q nao é o campeonato PE.
    SANDRO POR FAVOR DEIXE O SANTINHA!!!!
  22. Gravatar 22
    Genivaldo Gris

    19 de junho de 2013 às 18:13
    Mandaram o Tavera embora. Trouxeram o Leozinho e ficaram com o Everton Heleno. Assim fica difícil acreditar.
  23. Gravatar 23
    Fábio Belmino

    19 de junho de 2013 às 19:00
    #aceitasandro

    vai “timbora” trabalhar com retrancadoro, aproveita e leva teus chapas everton heleno, tiago costa, leandro souza..

  24. Gravatar 24
    GESSICA TRICOLOR

    19 de junho de 2013 às 19:30
  25. Gravatar 25
    Thiago Sales

    19 de junho de 2013 às 19:42
    Sobre essa linda foto do texto

    Quem a tirou foi meu irmão no jogo Santa Cruz x Portuguesa em 2005

    Só por curiosidade…. nesse jogo estavamos nas sociais… rente a linha do meio campo

  26. Gravatar 26
    caco

    19 de junho de 2013 às 20:01
    Meu amigo gerrá que belo texto, parabéns!!!
  27. Gravatar 27
    Ricardo

    19 de junho de 2013 às 20:17
    Eu também estava nas sociais nesse jogo, E PERTO DA LINHA DE MEIO CAMPO TAMBÉM!!!!

    Foi o ano que comprei minha primeira câmera digital. Tenho fotos de jogo contra o Avaí, Portuguesa, Grêmio e coisa-rosa(vtnc).

    A entrada do time foi massa, papel picado, um monte de bandeirinhas…

    O dia era pra ser perfeito…. mas a vagaba da rosa e silva não deixou…

    Santa, volta a ser grande nacionalmente, pq aqui você já provou que é.

    PS: ainda tô bebendo no Caricatura do Parnamirim, vendo(com surpresa) o grande futebol do Japão, apesar da derrota parcial.

    SaudaSanta

  28. Gravatar 28
    Ricardo

    19 de junho de 2013 às 20:45
    Meu sonho é ver o Santa jogar o que essa seleção japonesa tá. jogando.

    Acabaram de tomar um gol, que acho que foi o gol decisivo, mas que futebol bom. Sabia que não eram mais bobos, mas estou impressionado.

    SaudaSanta.

  29. Gravatar 29
    guilardo pedrosa

    20 de junho de 2013 às 9:22
    Vai Sandro, vai. Vai trabalhar com Z.T. e deixa o Santa Cruz em paz.
  30. Gravatar 30
    Leonardo Antonio

    20 de junho de 2013 às 12:31
    Sandrão gente boa,um cara legal não deixa um amigo e mentor na mão.
    Se você não for pro São Lourenço,eu vou pro protesto hoje.
  31. Gravatar 31
    rubemjunior

    20 de junho de 2013 às 13:46
    Sandro Barbosa falou que irá fazer alguma mudanças táticas na equipe, me preocupa essas mudanças.
    No mínimo vai pedir para Leandro Souza dar chutões para onde a venta aponta.
    Vai pedir para Everton Sena voltar a ser carrapato.
    É bom não esperar coisas boas por aí.
  32. Gravatar 32
    rubemjunior

    20 de junho de 2013 às 13:46
    Fui ver de perto ao jogo do Japão x Italia.
    Me apaixonei com o toque de bola do time Japonês, uma obra prima, chegava fácil na área adversária e pasmem, sem dar chutões.
    O único problema é que eles não chutavam de fora da área.
    Uma obra prima o futebol apresentado.
    Será que SB viu esse jogo ?
  33. Gravatar 33
    israeligcf

    20 de junho de 2013 às 20:03
    Faltou a invasão da piscina e a bandeira cravada no centro do campo da casa dos festejos….

">